• Sabrina Wertzner

8 coisas que você precisa saber



Sobre a Síndrome do Intestino Irritável

1- Não há uma causa orgânica, não aparece nenhuma alteração em exames, alguns são realizados apenas para descartar outras doenças;

2-O diagnóstico é feito com base na história de vida do paciente;

3- Manifesta-se entre a adolescência e a fase adulta, raramente após os 50 anos;

4- Os sintomas são: desconforto gastrointestinal com gases, diarreia e constipação com maior intensidade e a partir da ingestão e combinação de certos alimentos do que alguém que não tenha a síndrome;

5- Recomenda-se fazer um diário alimentar, para perceber quais são os alimentos e preparações que potencializam os sintomas, para evitá-los;

6- Estresse e ansiedade são fatores de risco para desenvolver a síndrome;

7- O tratamento pode ser medicamentoso (remédios que afetam a motilidade gastrointestinal, a hipersensibilidade das vísceras ou sintomas psicológicos), mas também combinado com educação e autoconhecimento, além de possíveis alterações na alimentação;

8-Atividade física e outras que auxiliam no alívio do estresse têm papel fundamental no ganho de qualidade de vida desses pacientes.

Referências:

Federação Brasileira de Gastroenterologia. Síndrome do Intestino Irritável. Disponível em: <http://www.fbg.org.br/Conteudo/197/0/S%C3%ADndrome-do-Intestino-Irrit%C3%A1vel-(SII)-> Acesso em: 05/12/2016

Mahan, LK & Escott-Stump, S. Krause- Alimentos, Nutrição e Dietoterapia. Editora Elsevier. 12ª Edição. Rio de Janeiro, 2010.

#SII #SíndromedoIntestinoIrritável #Intestino

0 visualização