• Fernanda Ramos

Bêbado...de sono???

Atualizado: 14 de Jul de 2019



Na folia ou no dia a dia a frase é a mesma “depois eu coloco o sono em dia” e esse dia nunca chega!

Vamos começar com um Quiz! Você:


Se respondeu “SIM” a pelo menos um dos itens, sinto dizer, você dorme menos do que precisa! Mas não pense que isso acontece só com você. Somos uma sociedade que dorme pouco! Uma pesquisa mostrou que nos EUA, 30% dos adultos dorme menos de 7hs por dia. Entre os estudantes, 70% relata ter menos horas de sono do que o necessário.

O sono é um estado reversível de diminuição da responsividade e inatividade definida por mudanças nas atividades cerebrais. É um processo ativo que envolve alterações fisiológicas, necessário à formação de memórias, liberação de hormônios e reparação muscular. O que a ciência ainda não desvendou é qual o principal propósito do sono.

Dormir bem traz muitos benefícios: melhora a concentração e aprendizado, nos faz ter capacidade de reação mais rápida, melhor tomada de decisões e formação de memória adequada.

Quanto você precisa dormir, seu corpo (muito espertinho) te dá sinais como dificuldade de manter foco nas atividades, sentir as pálpebras pesadas, piscar frequentemente, perder a noção do tempo, bocejar frequentemente, sentir-se inquieto ou irritado. (Quem nunca? :P)

Há muitos interferentes no tempo e qualidade do sono, a maior parte deles externos, como insônia, apneia obstrutiva do sono, menopausa, hiperplasia prostática benigna, noctúria, estresse pós-traumático, ansiedade, alterações de humor e dor.

E a privação de sono traz uma série de efeitos negativos. Observe na tabela:


E tem mais! Quem não dorme o suficiente sente mais fome! Sabe o motivo? A famosa grelina aumenta seus níveis séricos e há redução dos níveis de leptina. O resultado é de aumento do apetite para alimentos mais calóricos, pois o organismo produz uma cascata de resposta a depleção energética.

E o risco mais letal da privação de sono: ACIDENTES DE TRÂNSITO!

Sabe-se 1/3 das pessoas já dormiram enquanto dirigiam e que 1 em cada 6 acidentes de trânsito que resultam em morte são por conta de sonolência na direção.

A ciência é categórica: dormir menos de 6 horas triplica seu risco de sofrer um acidente de trânsito e os efeitos são os mesmos do álcool.

Se já é um hábito não dirigir quando beber, que tal um “se não dormir, não dirija”?

Uma estratégia muito usada por todos é a dormir mais horas depois de um período de privação, como um mecanismo de recompensa, mas (para nossa tristeza) ainda não se sabe se há recuperação total do corpo e das atividades do cérebro com essa estratégia.

Então #ficaadica: curta muito o carnaval, as festas, faça quantas atividades extras desejar, mas separe um momento especial entre você e sua amada cama, você não vai se arrepender e seu cérebro te agradecer!

Para saber mais sobre o assunto você pode ir no site da Associação Brasileira de Sono e no da World Association of Sleep Medicine (em inglês).

Referências

Stahl SM, Sigua NL, MD. Healthy Sleep In Adults. Patient Education. Am J Respir Crit Care Med. 2016.

Gaines KK. Sleepless in America: Burning the Candle at Both Ends? At What Cost? Urologic Nursing. 2016.

Gooley JJ. How much day-to-day variability in sleep timing is unhealthy? SLEEP 2016;39(2):269–270.

Taylor BJ, Matthews KA, Hasler BP, Roecklein KA, Kline CE, Buysse DJ, Kravitz HM, Tiani AG, Harlow SD, Hall MH. Bedtime variability and metabolic health in midlife women: the SWAN Sleep Study. SLEEP 2016;39(2):457–465.

Yong Liu, MD1; Anne G. Wheaton, PhD1; Daniel P. Chapman, PhD1; Timothy J. Cunningham, ScD1; Hua Lu, MS1; Janet B. Croft, PhD1. Prevalence of Healthy Sleep Duration among Adults — United States, 2014. Morbidity and Mortality Weekly Report, 2016

Engle-Friedman M. The effects of sleep loss on capacity and effort.Sleep Science. 2014

#sono #privaçãodesono #acidentesdetrânsito #saúde

2 visualizações