• Equipe Et Al

Máscaras Anti-Virais Reutilizáveis

Com a epidemia do Coronavírus se alastrando ao redor do mundo, o que todos nós queremos é uma forma de nos mantermos imunes. O problema é que equipamentos descartáveis como luvas e máscaras comuns não apenas não bloqueiam vírus, mas também podem se tornar um vetor da doença (o patógeno pode multiplica-se nas fibras da máscara descartável).


Já pensou então em impedir a entrada do vírus no seu corpo com o uso de uma máscara com propriedades anti-patogênica?


Pois duas empresas israelenses sim.


A empresa Sonovia, com a colaboração de dois professores de química da Universidade Bar-Ilan, desenvolveu uma tecnologia injeta nanopartículas antivirais e antimicrobianas de zinco e óxido de cobre nos tecidos de produtos de proteção.


Outra empresa, a Argaman, desenvolveu uma máscara reutilizável anti-viral feita de algodão com partículas aceleradas de óxido de cobre incorporadas e um tecido de nanofibra que bloqueia a entrada de patógenos.


Testes nos dois produtos mostraram resultados positivos contra as bactérias E. coli e Staphylococcus, inclusive após diversas lavagens do equipamento a mais de 75ºC.


Ainda não foi comprovada a eficácia contra o atual vilão, o Coronavírus, mas o processo está caminhando e esperam resultados em breve.


Fonte: Israel21c


149 visualizações