Escolha com sabedoria ;-)

Você já ouviu falar em "Prevenção quaternária"?

Foi um termo cunhado pela primeira vez em 1986, porém apresentado apenas em 1995 pelo médico da família belga, Marc Jamoulle, e refere-se à prevenção de danos que podem ser causados pelo excesso de procedimentos médicos ou de medicação (iatrogenia).

Significa que o paciente é protagonista de seu tratamento e a escolha deste é feita em conjunto com o profissional de saúde. As decisões tomadas visam evitar a polifarmácia, cirurgias desnecessárias e outros procedimentos invasivos, exames diagnósticos, enfim, o uso indevido das tecnologias chamadas "duras", as quais utilizam apenas recursos materiais e nenhuma ou quase nenhuma interação humana.

Além de representar uma grande economia para os recursos gastos em saúde, privilegia, também, o uso das tecnologias leves, como as relações estabelecidas entre profissional da saúde e paciente, a criação de vínculo, a troca de saberes entre as duas partes, o atendimento humanizado.

Acredito que a prevenção quaternária nos força a sermos melhores profissionais de saúde e melhores pacientes, pois ambas as partes precisam estar muito inteiradas sobre a condição de saúde-doença e o paciente precisa ser ou tornar-se muito empoderado.

Existe um movimento criado pela fundação American Board of Internal Medicine (ABIM) chamado Choosing Wisely, cujo objetivo é auxiliar profissionais e pacientes a discutir a melhor forma de cuidado, considerando se este é ou não baseado em evidência, se é livre de prejuízos, se é realmente necessário e não repetir procedimentos já realizados em um curto período de tempo.

Para saber mais, acesse:

http://abimfoundation.org/

http://www.choosingwisely.org/about-us/

COELHO, Márcia Oliveira; JORGE, Maria Salete Bessa. Tecnologia das relações como dispositivo do atendimento humanizado na atenção básica à saúde na perspectiva do acesso, do acolhimento e do vínculo. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro , v. 14, supl. 1, p. 1523-1531, Oct. 2009 . Available from <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232009000800026&lng=en&nrm=iso>. access on 31 Oct. 2016. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232009000800026.

Merhy EE, Chakkour M, Stéfano E, Stéfano ME, Santos CM, Rodrigues RA. Em busca de ferramentas analisadoras das tecnologias em saúde: a informação e o dia a dia de um serviço, interrogando e gerindo trabalho em saúde. In: Merhy EE, Onocko R, organizadores. Agir em saúde: um desafio para o público. São Paulo: Hucitec; 2006. p. 113-150.

Cultura E Tal:

The Baker's Wife (1938)

O filme é baseado em um livro de Jean Giono, um doce conto pastoral, sobre um padeiro que fica pertur-bado quando sua esposa o deixa.

O padeiro então passa-se a recusar a fornecer pão à aldeia até ela voltar para ele.