Glúten Tocando o Terror!

6 Fatos que Ninguém te Conta Sobre o Glúten!
Já notou que, a cada dia que passa, mais livros, revistas, blogueiros, youtubers, artistas e inúmeras pessoas ao seu redor tornaram-se, de repente, intolerantes ao glúten?

E a tendência continua a crescer sem o profundo embasamento científico...

A tendência ''Sem Glúten''/''Gluten Free'' - e a indústria multibilionária que a acompanha - foi impulsionada pela crença de que comer alimentos que contenham glúten pode resultar em ganho de peso e obesidade, e desenvolvimento de doenças crônicas e psiquiátricas (say whaaat!???).

Já que aqui não brincamos em serviço, reuni informações super recentes de artigos científicos para que você, querido leitor, conteste e compreenda exatamente qual é a dessa nova moda.

Vamos aos fatos:

  1. Glúten é uma proteína encontrada em diversos grãos, como trigo, centeio e cevada, e suas farinhas.

  2. Aderir a Dieta sem Glúten não te torna uma pessoa mais saudável!

  3. Isso mesmo: alguns estudos analisaram a composição da dieta que exclui o glúten e verificou-se que a qualidade da dieta é reduzida!

  4. A obesidade, o sobrepeso, a resistência à insulina e a síndrome metabólica foram identificados após o início da Dieta sem Glúten (REILLY, 2016).

  5. Há baixa ingestão de fibras e minerais como ferro, cálcio, zinco, vitamina do complexo B e folato (VICI et al., 2016);

  6. Há aumento do consumo de gordura saturada e açúcares simples (SUBHAN; CHAN, 2016);

  7. Aderir a Dieta sem Glúten não te fará emagrecer!

  8. Nenhum estudo conseguiu associar esta restrição à perda de peso;

  9. Pelo contrário! Há evidências que há ganho de peso indesejado ao adotar essa prática alimentar sem a devida recomendação e orientação médica e nutricional (veja o item 2.3);

  10. E por que? Esses produtos são ''turbinados'' com maiores quantidades de gordura, açúcares e sódio que os comuns, para garantir boa palatabilidade.Adicionalmente - e erroneamente - a crença de que comer produtos sem glúten traz benefícios faz você comer mais deles.

  11. A Dieta sem Glúten não é de fácil manejo!

  12. Estudos relatam isolamento social das pessoas que aderem essa prática;

  13. É uma dieta cara! Ou você acha mesmo que esse boom aconteceu na mídia de forma espontânea?

  14. O mercado de alimentos Sem Glúten teve uma salto de US $ 4,2 bilhões para US $ 6,6 bilhões em apenas 4 anos! (SUBHAN; CHAN, 2016).

  15. Evidências sugerem que uma alimentação rica em produtos industrializados que o principal componente é arroz - vastamente utilizado como substituto dos grãos citados acima - pode conter altas taxas de metais tóxicos:

  16. O arroz é reconhecido por ter alta exposição (e logo, composição) de arsênio e mercúrio (BULKA et al., 2017).

  17. Ta, e dai? Bom, não há comprovação todavia, mas sugere-se que a intoxicação por esses metais pode aumentar o risco de câncer e doenças crônicas.

  18. Apenas 1% da população mundial tem intolerância ao glúten!

  19. Ou seja, a não ser que você esteja na população que possui Doença Celíaca, Alergia ao Trigo ou ao grupo que Não é Celíaco mas tem Intolerância, devidamente diagnosticado, você não precisa aderir a Dieta Sem Glúten!

O auto-diagnóstico de "ser intolerante ao glúten" e a adoção deste tipo de dieta sim é prejudicial à saúde! Já falamos acima e inúmeras vezes neste site que é necessário sempre o acompanhamento de nutricionistas e médicos, com diagnósticos corretos, para garantir uma bela e longa vida.

BULKA, Catherine M. et al. The Unintended Consequences of a Gluten-Free Diet. Epidemiology, [s.l.], p.1-7, fev. 2017. Ovid Technologies (Wolters Kluwer Health). http://dx.doi.org/10.1097/ede.0000000000000640.


REILLY, Norelle R.. The Gluten-Free Diet: Recognizing Fact, Fiction, and Fad. The Journal Of Pediatrics, [s.l.], v. 175, n. 1, p.206-210, ago. 2016. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.jpeds.2016.04.014.


SUBHAN, Fatheema B.; CHAN, Catherine B.. Review of Dietary Practices of the 21st Century: Facts and Fallacies. Canadian Journal Of Diabetes, [s.l.], v. 40, n. 4, p.348-354, ago. 2016. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.jcjd.2016.05.005.


VICI, Giorgia et al. Gluten free diet and nutrient deficiencies: A review. Clinical Nutrition, [s.l.], v. 35, n. 6, p.1236-1241, dez. 2016. Elsevier BV. http://dx.doi.org/10.1016/j.clnu.2016.05.002.

NASH, David T.; SLUTZKY, Amy R.. Gluten sensitivity:: new epidemic or new myth?. Bayl Univ Med Cent, [n.i.], v. 27, n. 4, p.377-378, out. 2014.

Cultura E Tal:

The Baker's Wife (1938)

O filme é baseado em um livro de Jean Giono, um doce conto pastoral, sobre um padeiro que fica pertur-bado quando sua esposa o deixa.

O padeiro então passa-se a recusar a fornecer pão à aldeia até ela voltar para ele.